/> Vestida de Princesa: O verdadeiro significado do Natal

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O verdadeiro significado do Natal


Oii princesas, oii príncipes!!!

O post de hoje é mais que especiaaaaaal, na verdade o tema que iremos falar hoje merecia um vídeo com uma edição maravilhosa, mais como não deu tempo e não podia passar em branco resolvi fazer um post mesmo. E como vocês já viram no título iremos falar do Verdadeiro significado do Natal. Um assunto um pouco intrigante e que divide opiniões. Então chega de enrolação e vamos pro que realmente interessa (falei ops escrevi como se fosse vídeo, pra não perder o costume hahaha) Simbora!!


Como vocês já sabem, é um costume meu colocar o significado de algumas palavras pela quais iremos utilizar com frequência para facilitar o estudo e entendimento.

Natal: O dia do nascimento
Dia do aniversário de um nascimento.
Dia, em que se festeja o nascimento de Cristo.
http://www.dicionarioweb.com.br/natal/

Dia de nascimento; o dia em que alguém nasce.
Festa em louvor ao nascimento de Jesus Cristo

Trouxe informações contidas em dois sites diferentes que já valeriam para interpretação, mais decidi fazer um estudo mais aprofundado, que possa sanar quaisquer dúvidas.

Para facilitar a compreensão peguei alguns tópicos existentes que costumam causar dúvidas entre as pessoas, irei desmitifica-los.  

1-  Porque a Bíblia não manda celebrar o nascimento.

Verdade! Mais também não existe uma proibição, e olha houve sim celebração, quando Jesus nasceu vieram anjos falar para os reis magos que trouxeram presentes para Jesus e assim celebraram o nascimento do Rei.

 2-  Porque Jesus não nasceu em 25 de dezembro. Esta data foi designada por Roma numa aliança pagã no século IV. A primeira intenção era cristianizar o paganismo e paganizar o cristianismo, de acordo com o calendário Judaico Jesus nasceu em setembro ou outubro.

Realmente, provavelmente Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro. Mais por que não eleger um dia para celebrar o nascimento dEle? Para anunciar a Sua Palavra, claro que devemos fazer isso o ano todo, mais muitas vezes não fazemos então seria uma ótima oportunidade.

3- Porque o natal se tornou um culto comercial que visa render muito dinheiro. Tirar dos pobres e engordar os ricos. É uma festa de ilusão onde muitos se desesperam porque não podem comprar um presentinho para os filhos.

Todas as datas festivas favorecem o comércio, então não devemos festejar o dia das mães, dia dos pais, dia dos avós, dias dos namorados, etc. O Natal também é considerado um dia de Ação de Graças, no qual fazemos doações, ajudando o nosso próximo, o que deveríamos fazer durante o ano todo, mais é no Natal que 'lembramos' de ajudar?!

4- Esta festa não glorifica a Jesus pois quem a inventou foi a igreja católica romana, que celebra o natal diante dos ídolos (estátuas). Jesus é contra a idolatria e não recebe adoração dividida.

Esta celebração é mundial, pode até ser sido inventada pela igreja católica mas os cristãos a comemoram conforme o que acreditam, repaginando conforme a sua crença. 

5- Porque os adereços (enfeites) de natal são verdadeiros altares de deuses da mitologia antiga que (que são demônios): Árvore de Natal – é um ponto de contato que os demônios gostam. No ocultismo oriental os espíritos são invocados por meio de uma árvore. De acordo com a enciclopédia Barsa, a árvore de natal é de origem germânica, datando o  tempo de São Bonifácio, foi adotada para substituir o sacrifício do carvalho de ODIM, adorando-se uma árvore em homenagem ao Deus menino. Leia a bíblia e confira em Jeremias 10:3,4; I Reis 14:22,23; Deuteronômio 12:2,3; II Reis 17:9,10; Isaías 57:4,5; Deuteronômio 16:21 e Oséias 4:13.
As velas acendidas – faz renascer o ritual dos cultos ao deus sol.
As guirlandas – são símbolos da celebração memorial aos deuses, significam um adorno de chamamento e legalidade da entrada de deuses.
A Bíblia nunca anunciou que Jesus pede guirlandas, ou que tenha recebido guirlandas no seu nascimento, porque em Israel já era sabido que fazia parte de um ritual pagão. O presépio – seus adereços estão relacionados diretamente com os rituais ao deus-sol. É um altar de incentivo à idolatria, que é uma visão pagã.
A Palavra de Deus nos manda fugir da idolatria (I Coríntios 10:14,15; Gálatas 5:19,21). Papai Noel – é um ídolo, um santo católico chamado Nicolau, venerado pelos gregos e latinos em dezembro, sendo que sua figura é a de um gnomo buxexudo e de barba branca. O gnomo de acordo com o dicionário Aurélio é um demônio da floresta.
Troca de presentes – na mitologia significa eternizar o pacto com os “deuses”.
Ceia de Natal – um convite à glutonaria nas festas pagãs ao deus-sol o banquete era servido a meia-noite.

Natal é muito mais do que isso, enfeites, papai noel, velas, guirlandas, adereços...Para celebrar o Natal não é necessário nada disso, basta ter vivo em si mesmo o significado dessa comemoração.

O real significado do Natal, é a união, momento de confraternização de juntarmos a família e celebrarmos o nascimento do Rei Jesus. Momento de reflexão, de olharmos para trás e enxergar tudo o que vivemos e fizemos, e que possamos repaginar a nossa vida tornando-nos seres humanos melhores que buscam evoluir principalmente espiritualmente para agrado do Rei. 

De uma maneira simples e objetiva tentei passar a real mensagem, espero que tenham esclarecido um pouco e caso ainda tenham dúvidas é só deixar nos comentários que irei responder!!

Desejo de todo coração que Deus os abençoe e derrame grandes bençãos sobre as nossas vidas!!

#NascimentodoRei #Elevive #MomentodeReflexão 



Nenhum comentário :

Postar um comentário



© | 2015 | Vestida de Princesa | Todos os direitos reservados |